segunda-feira, 24 de novembro de 2008



[ Homenagem a Tatiana Belinky - Balada Literária ]
Muitos escritores, editores e professores presentes. Foi muito interessante ouvir as histórias da Tatiana, ela tem uma memória incrível. Mas do que mais gostamos foi da sua irreverência, da sua irônia. Como ela mesma diz: sou uma Emília, prefiro ser uma bruxa a ser uma fada… Quando crescermos queremos ser iguais a ela, rs. Valeu! Aos organizadores da Balada, Marcelino Freire e Maria Alzira, nossos parabéns!

2 comentários:

Petê disse...

Me apaixonei pela Tatiana, pela sua sinceridade, honestidade e simpatia. E pela literatura infantil, nem se fala: caí de amores total.

Olha que coisa: eu escrevendo aqui, Tereza, e você comentando meu blog. É transmimento de pensação total!

Beijo procê e pra Erika e abraço pro Luiz.

Deise disse...

Que lindo... gostaria de ter estado na balada. Olá, que bom que conhece a terrinha, minha vontade mesmo é partir de mala, cuia, filho e marido para sampa, gosto de estar onde as coisas acontecem, porém nunca consegui sair daqui...
vá saber.
Obrigada pela visita e elogios, tenham uma linda semana,
beijos amelísticos